história

1/37

A Companhia

É literalmente impossível falar da origem dos Nirvana Studios sem abordar primeiro a história dos Custom Circus em  customcircus.com 

O Símbolo das 3 Luas

As 3 Luas dos Nirvana Studios são uma fusão de 3 pictogramas; Hindu, Celta e Egípcio, cuja mensagem é a confluência cultural entre todos os pontos cardeais desde o Oriente, Ocidente ou Médio Oriente. Como logotipo representa os 3 fundadores do Centro Cultural Alternativo, tendo sido registado como marca no dia atípico de 29 de Fevereiro 1996 para a Nirvana Produções.

Porquê Nirvana Studios?

O nome Nirvana perde-se na noite dos tempos até à génese do Hinduísmo como sinónimo de paz, equilíbrio e sabedoria em nós próprios. Aproveitando a analogia que houve na fundação da Nirvana Studios (uma mulher e dois homens) com os três pioneiros da United Artists (Mary Pickford, Charlie Chaplin e Douglas Fairbanks) saltitámos a palavra Studios para recordar que nos seus primórdios, Hollywood foi humildemente construído com tábuas e lonas e a 7ª Arte era menosprezada pelas elites culturais da época.

Mapa Tour

Esta galeria ao ar livre ou digital expõe através de conteúdos multimédia toda a história do Centro Cultural Alternativo. O percurso conta com 80 marcadores cuja maioria se encontram visíveis no Nirvana Boulevard nirvana.pt/mapa 

O Quartel Militar

Comprado em ruínas com auto financiamento pela companhia Custom Circus, este antigo quartel do Estado Novo foi o paiol da fábrica Braço de Prata e a base logística do Exército para os camiões que cruzavam a Estrada Militar com carregamentos de bombas, munições, armamento e também lá pelo meio algum tabaco marroquino e magazines eróticas cobiçadas no mercado negro.

Apesar de ter sido desactivado pelo Exército em 1984, para as suas grandes fases de restauro os Custom Circus inspiraram-se sobretudo nos enquadramentos da 1ª geração de Soldados desta unidade, homens de uma época mais romântica que zarpavam até Lisboa cortejar as donzelas que os aguardavam nos cabarets e que conduziam rudes camiões desmobilizados da 2ª Guerra Mundial que percorriam em comboio a Estrada Militar. E é bem verdade que nessa altura a população local sussurrava respeitosamente sobre estas misteriosas caravanas que circulavam nas noites sem lua…

A Estrada Militar

66 é o verdadeiro nº de porta deste quartel no seu projecto original. A Estrada Militar que o flanqueia inaugurou em 1902 enquanto que a famosa Route 66 inaugurou em 1926.

Foram necessários 39 anos de construção para completar esta trincheira rodoviária de 70Kms que foi um dispositivo de defesa nacional denominado Campo Entrincheirado de Lisboa. Abastecendo vários fortes e quarteis esta estrada protegia a Capital, agindo como cintura de segurança no seu sector Norte, assim como as fortificações do Tejo protegiam a Sul.

Documentos de 1902 a 1920 atestam da possibilidade da utilização civil desta estrada mediante o pagamento anual ao Exército de uma “galinha gorda”, dando o privilégio a quem pudesse dispensar tal galináceo bem nutrido, o uso desta via pavimentada com o inovador Macadame (Mc Adam). E assim, numa época em que os carros ainda estavam longe, já muitos sonhadores tinham viajado nesta estrada, fosse em charrete, diligência, a cavalo ou até nalguma caravana teatral…

Percurso Original:

Caxias (Forte D.Luis I) - Queijas – Valejas – Carnaxide – Queluz – Alfragide – Maia – Benfica – Pontinha – Sacavém (Forte do Monte Sintra)

1ª Relevância: (1910. transição Monarquia - Répública)

2ª Relevância: (1914 - 1918. 1ªGuerra Mundial)

3ª Relevância: (1939 - 1945. 2ªGuerra Mundial)

Desanexação Exclusiva Militar:

(Progressivamente entre 1961 e 1974. Guerras Coloniais)

Saiba mais em  nirvana.pt/mapa