ARQUITECTURA

Custom Café

Antigo paiol militar transformado em teatro pela companhia Custom Circus numa construção cancelada várias vezes em 8 anos devido a muitas dificuldades económicas.

 

Este misterioso teatro quase condenado a não existir, inaugurou finalmente em 2012 com o espectáculo Le Cabaret Rock, produção intensiva que recebeu mais de 40 mil espectadores em 2 anos consecutivos, assinando assim a residência desta troupe de génese nómada.

A sua envolvência transcende o espaço teatral convencional e a transição do imaginário underground da companhia para esta sala foi o resultado de uma história real e intimista, cujo contorno cenográfico mergulha o visitante nas estéticas DieselPunk, Bizarre Chic e SteamPunk.

Link:  Bilheteira 

Link:  Vista 360º 

TEATRO custom café

(2012)

Diner.jpg

Este Diner recria uma nostálgica estação trading post e foi construída envolvendo um Eléctrico J.C.Brill de 1903 que prestou em Portugal 90 anos de serviço com o nº332. Este heroico eléctrico de 17 toneladas testemunhou a Monarquia, a República, a 1ª Grande Guerra, o Estado Novo, a 2ª Guerra Mundial, a Descolonização Portuguesa, o 25 de Abril, a CEE e a UE, fazendo a sua última viagem em 1996.

Em 2013 este veterano da revolução industrial encontrava-se em adiantado estado de degradação e com vista à sua preservação, a Câmara Municipal de Oeiras aprovou a proposta dos Custom Circus para salvar este veículo, sendo que todo o processo foi financiado e efectuado pelos membros da troupe. Assim, mais gerações poderão fazer parte da espectacular história do Nº332 e do seu companheiro, forjado pelas mesmas mãos há mais de um Século, o Nº333 aqui ao lado restaurado como Rock Shop dos Nirvana Studios.

diner 1903

(2013)

Galeria Strange

O nome deste espaço surgiu do fenómeno activo que os próprios artistas deram ao espaço através de Sinergias Transdiciplinares Reactivas, Artes Nuas e Galeria Experimental.

Este antigo hangar de artilharia pesada foi o 1º espaço de espectáculos indoor dos Custom Circus nos Nirvana Studios. Entre 2004 e 2011 aqui reinou o caos dos shows Pós-Apocalípticos que a troupe produziu. Muitos destes espectáculos ocorriam simultaneamente no Nirvana Boulevard e dentro do Paiol, obrigando o público a fugir dos veículos teatrais que circulavam durante as cenas.

Intercalados nos dias de espectáculos muitas das instalações, cenários e mecânismos da troupe foram produzidos aqui, assim como filmes, obras plásticas e eventos conceptuais. Em 2012 a companhia mudou-se para o Custom Café, permitindo que o hangar fosse 100% dedicado à missão STRANGE que desde então já acolheu centenas de produções e eventos.

Em 2019 o espaço receberá uma nova produção pioneira da companhia: um teatro performativo temático denominado “Descobre o Surpreendente Mundo dos Custom Circus”, que disponibilizará ao público, de forma segura para visita sensitiva e experimentação activa, vários números do repertório da troupe.

Galeria s.t.r.a.n.g.e.

(2006)

Raus Portico

Esta instalação é o pórtico da entrada principal dos Nirvana Studios. O arco central foi todo edificado com estruturas de palco “Truss” para representar as Artes Performativas e como tributo aos membros da Comunidade do Centro Cultural Alternativo desenvolveu-se uma instalação colectiva formada por mais de 250 bicicletas estragadas.

Porquê? Porque andar de bicicleta nunca se esquece! E os Custom Circus nunca vão esquecer os seus Supporters, Público, Clientes e Residentes.

raus human portico

(2014)

Boulevard.jpg

Logo à entrada do Centro Cultural Alternativo começa o boulevard Nirvana, a zona onde se encontram instalados a maioria dos estúdios.

Esta rua central que foi alargada mais do que o triplo pela troupe é a espinha dorsal da Comunidade e também a sua cápsula do tempo. Nos anos 40 era apenas um estreito caminho para os camiões que transportavam as bombas deste bem escondido quartel que agora conhecemos como Nirvana Studios. Mas aqui fica um testemunho da troupe:

“Em Dezembro de 2003 este espaço estava à venda e parámos aqui com os nossos camiões pela primeira vez porque sentimos uma boa energia, havia algo nesta ruína que nos atraia. Este lugar viu aviões Constelation a brilhar no céu, ouviu Amália na rádio AM, viu o 25 de Abril numa TV a preto e branco e depois de tanta, tanta história, acabou por ser desativado durante a New Wave Portuguesa.

 

Espreitámos a vedação enferrujada, como fazem as crianças numa loja de doces e foi amor à primeira vista! Comprámos o lugar com todos os créditos que conseguimos e poucos meses depois, aqui estávamos! 30 doidos com a missão de ressuscitar e restaurar todos estes hangares! Não para a guerra mas para a arte. Em poucos meses esta rua fantasma renasceu graças à gente do espectáculo e da companhia. Agora este lugar vê os Airbus a brilhar no céu, ouve Amália numa APP do telemóvel ou as notícias na net e depois de tanta, tanta história, talvez um dia volte a ser novamente um quartel fantasma. Mas isso é o que dizemos às crianças que nos perguntam receosamente quando é que o nosso Sol vai morrer. Ora essa? Não te preocupes com isso! Ainda falta muito, muito tempo…”

Link:  Video Nirvana Studios 

nirvana boulevard

(2005)

Custom Ville.jpg

A utopia é como a Arte, varia de pessoa para pessoa. Porque não construir residências conceptuais como se fosse um espectáculo, em que tudo não passa de cenários e ilusão? 

 

O exterior desta ilha de bungalows foi construído numa arquitectura Upcycling & Road Culture, enquanto o interior reproduz o ambiente espartano dos camiões clássicos e roulottes dos Custom Circus.

O Custom Ville é dedicado aos que vivem além do banal conforto cotidiano, gente que não ganha raízes na monotonia e que nos enriquece com as suas experiências.

RESIDêNCIAS-custom ville

(2017)

ArtExpress

Estructura massiva construída com 20 contentores ex-militares e 2 camiões teatrais dos Custom Circus, o conjunto está interligado num longo comboio que aloja 60 projectos musicais, áreas de stockagem para tournées e o Muro da Fama da Nirvana Studios.

Link Muro da Fama:

 nirvana.pt/murodafama 

Artexpress

(2008)

Cargo Station

Este curioso alpendre liga os estúdios 01 e 02 e alberga uma pequena galeria ao ar livre com muitas histórias. Foi edificado de forma imaginária para recriar a zona original, há muito desaparecida, onde se identificavam e controlavam as cargas dos camiões militares deste antigo quartel.

cargo station

(2015)

Bus Stop

Em utilização diária, esta instalação é uma verdadeira paragem de autocarros oferecida pelos Custom Circus à companhia de transportes Vimeca e seus passageiros. A estrutura foi concebida a partir de um velho contentor de gado, uma carrinha de cinema dos anos 50, dois sinais luminosos de eléctricos do Séc.XIX, 80kg de velas de ignição e imensas peças obsoletas relacionadas com transportes rodoviários.

bus stop

(2014)

Check Point

Integrado no projecto UR, um movimento de arquitectura upcycling criado nos Nirvana Studios, este espaço enquadra quatro contentores metálicos numa envolvência de madeira reciclada.

A maior parte do processo de construção seguiu uma filosofia de valorização e reaproveitamento de materiais obsoletos numa vertente eco-arquitectónica.

check point

(2016)

Rock Shop

Gigolo Dance, o nome da Rock Shop, é uma música dedicada à quase dissolução dos Custom Circus, mas acabou por batizar o espectáculo mais controverso da companhia.

 

 Música Gigolo Dance 

Esta emblemática loja é também a bilheteira do Custom Café e foi construída num Eléctrico J.C.Brill de 1903 que prestou em Portugal 90 anos de serviço com o nº333. Este heroico eléctrico de 17 toneladas testemunhou a Monarquia, a República, a 1ª Grande Guerra, o Estado Novo, a 2ª Guerra Mundial, a Descolonização Portuguesa, o 25 de Abril, a CEE e a UE, fazendo a sua última viagem em 1996.

Em 2013 este veterano da revolução industrial encontrava-se em adiantado estado de degradação e com vista à sua preservação, a Câmara Municipal de Oeiras aprovou a proposta dos Custom Circus para salvar este veículo, sendo que todo o processo foi financiado e efectuado pelos membros da troupe. Assim, mais gerações poderão fazer parte da espectacular história do Nº333 e do seu companheiro, forjado pelas mesmas mãos há mais de um Século, o Nº332 aqui ao lado restaurado e Diner dos Nirvana Studios.

Link:  Rock Shop Online 

rock shop-GIGOLO DANCE

(2016)