Bio Daniela Sousa

Daniella Vol (Daniela Sousa)

Nascida no Porto - Portugal 1972

 

(1980 – 1990)

 

Inicia o percurso artístico em grupo de teatro de S. Mamede de Infesta no Porto, onde participa na encenação e representação de 5 produções teatrais apresentadas anualmente em espetáculos de festas de verão

 

Frequenta cursos de Ballet, Hip Hop & Break Dance que complementa com Dança Jazz, Pop e outras formas de expressão corporal

Integrou equipe de atletismo e ginástica acrobática do St. Julian’s School em Carcavelos

 

(1990 – 2000)

 

Frequentou curso superior de Gestão & Administração de Empresas na Universidade Lusíada em Lisboa que completa em 1995

 

Foi assistente na Euro RSCG de 1995 a 1996 na área de eventos corporativos e lançamento de marcas

Foi consultora da Warner Music na área de eventos de 1996 a 2000

Geriu o departamento de espectáculos e eventos do Aquaparque Restelo de 1996 a 1997

Foi parceira de produção na Eutaxia - Assessoria Cultural de 1996 a 1998 nas áreas de eventos corporativos

Em 1996 é co-fundadora da produtora Nirvana onde desenha e gere largas dezenas de eventos corporativos e happenings multimédia teatrais para lançamentos de filmes e álbuns dos estúdios Polygram, BMG, Sony, Warner, Universal, entre outros

 

Em 1997 é co-criadora do Galardão Digital da Associação Fonográfica Portuguesa

 

Co-produziu para Portugal eventos de lançamento de várias produções, filmes e álbuns como:

 

AC/DC

Apokaliptica

Batman

Green Day

Harry Potter

Madonna

Mike Oldfield

Phil Collins

Prince

R.E.M.

Seal

Stone Temple Pilots

The 3 Tenors

The Crow

The Doors

Van Halen

Xutos & Pontapés

4 Non Blondes

 

É co-criadora da plataforma internacional Nirvana Roadshows que disponibiliza dezenas de veículos exóticos e camiões roadshow para tours de multinacionais  

 

(2000 – 2010)

 

Assiste e frequenta os workshops de performance Cabaret Rock e Diesel Punk dirigidos por Michel Gigolo durante o período pré Custom Circus

 

Frequenta na Reflexo em Lisboa curso teatral de Dança Performativa nas estéticas de Burlesco e Vintage Cabaret  

 

Participa, em Madrid, em workshops e masterclasses de Gothic & Tribal Bellydance

 

Em 2002 é co-fundadora da companhia de teatro Custom Circus, para a qual produz os espectáculos:

 

A Saga da Roda (2002)

Custom Parade (2003)

 

Na vertente coreográfica performativa inicia formação nas estéticas Gótico Tribal e Cyber Industrial em Portugal e Espanha

 

Na produtora Nirvana coordena vários espectáculos para o Euro2004

 

Complementa formação de performer com master classes de suspensão e números aéreos de Nouveau Cirque no Armazém 13 (Aerial Hoop), Jazzy Studios (Aerial Dance) e no Jaya Aerial School (Hammock Suspension)

 

Em 2004 assina exclusividade com os Custom Circus como actriz, coreografa, produtora e artista plástica, produzindo para esta companhia os seguintes espectáculos:

 

Lua Cheia (2004)

Custom Party (2004)

Teatro Sobre Rodas (2005)

Prisioneiros do Blues (2006)

Performers do Fogo (2007)

Gigolo Dance (2008)

 

No mesmo período é co-autora das seguintes exposições, obras plásticas e arquitectónicas:

 

Raver (2004)

Apokalipse Bunker (2005)

Psygon Hot Rod (2005)

Galeria STRANGE (2006)

Band Box Corridors (2006 – 2008)

International Taxi (2008)

Biodiesel Blues (2009)

Muro da Fama (2010)

 

Em 2004 é co-fundadora dos Nirvana Studios – O Centro Cultural Alternativo

 

Nos Nirvana Studios é também co-autora dos projectos: 

 

Band Box - Comunidade de Músicos (2006)

Nirvana Boulevard - Colectivo de Artistas (2007)

Art Express - Instalação Dinâmica de Performers (2008)

 

Foi coordenadora internacional da plataforma Nirvana Roadshows até 2010

 

(2010 – 2018)

 

É co-fundadora dos seguintes projectos:

 

Teatro Custom Café (2012)

Projecto UR “Upcycling-Recycling” - Instalações de Experimentação Artística (2014)

Steampunk Ateliers - Colectivos de Artesãos (2015)

Custom Ville - Residências Artísticas em bungalows Upcycling (2017)

Nirvana Mapa Tour - Galeria ao Ar Livre com APP Digital (2018)

Nos Custom Circus é co-coreografa e produtora dos seguintes espectáculos :

Le Cabaret Rock (2012)

Bizarre Chic (2014)

A Viagem (2015)

Absurdium (2017)

 

No mesmo período é co-autora das seguintes exposições, obras plásticas e arquitectónicas:

 

Custom Café “Imaginarium, Collection & Gallery” (2012)

Backstage Army Truck (2012)

Tia Maria (2012)

Regie (2012)

Diner 1903 (2013)

On the Road Again (2013)

Raus Human Portico (2014)

Bus Stop (2014)

Cargo Station (2015)

Saga Truck (2015)

Make a Promise (2015)

Herdeiros do Apokalipse (2016)

Check Point (2016)

Rock Shop Gigolo Dance (2016)

Steampunk Corridors (2017)

Mund Unid 2072 (2018)

 

Desde o início desta companhia geriu todo o seu casting e participou como actriz em mais de 800 espectáculos dos Custom Circus

Outros Factos:

Daniella herdou um ADN feminino oriundo de duas bisavós independentes e empreendedoras que sozinhas educaram a sua prole entre dificuldades e o espírito matemático bíblico da sagrada multiplicação, pois uma teve seis filhos e a outra apenas nove num país em que o machismo nem se notava e uma mãe tinha de manter um sorriso de orelha a orelha nem que a casa estivesse a arder.

Com as suas raízes no Porto e em antagonia com a vida na cidade, não esquecerá a infância livre e selvagem que vivenciou com os seus avós nas longas estadias na Serra do Marão. Cresceu com uma filiação marcada pelos extremos, entre uma mãe bancária autoritária e regrada que lhe despertou o talento nato da gestão em contraste com um pai todo ele homem da música, da radio e pioneiro do vídeo em Portugal que bem cedo lhe influenciou o lado artístico.

Obstinada, teimosa e fiel aos seus ideais, conquistou precocemente uma independência rara de ver nas raparigas portuguesas dos anos 80, pois ainda aquém dos seus 18 anos já aterrorizava as velhotas da vizinhança com a sua moto e envergonhava os rockeiros da zona quando ia sozinha a Londres ver bandas como Van Halen.

Em Carcavelos-Lisboa estudou anos a fio sob a batuta do colégio inglês St.Julians  mas amante do sol, do mar e da Pop Culture foi durante toda a adolescência uma beach girl convicta, uma patinadora free style e uma experimentalista das danças mais en vogue na altura.

Como assistente não oficial do seu pai teve sempre um salvo conduto "access all areas" que lhe permitiu frequentar o entourage de várias dezenas de tournées e concertos como por exemplo Michael Jackson, Madonna, U2, Red Hot Chilli Pepers, entre muitos outros. E ter tido um pai que chegou a ser largos anos o director da Warner Music Portugal alargou-lhe os horizontes à escala internacional e grangeou-lhe a oportunidade de consolidar um grupo de amigos dentro do meio do espectáculo, dos media e da publicidade. Tal facto também somado à sua experiência de promotora em part time, iria moldar a sua decisão de criar após o curso superior de gestão a sua própria empresa de marketing e produção de eventos.

Contudo, o destino nem sempre é assim tão óbvio e num belo dia de 1994, estando muito atrasada para um evento esta intrépida aventureira que ultrapassava à descarada os limites de velocidade no seu velho VW cabriolet de 1972, mal sabia que estava prestes a encontrar dois malucos cheios de projectos absurdos que contra todas a previsões ficaram os seus sócios desde há 23 anos. E eles próprios admitem que se esta 3ª maluca não tivesse acreditado neles mais ninguém iria! E muito provavelmente teriam acabado os dois como mercenários num cargueiro Indiano ou mestres de cerimónia num freak show Siberiano.